Desenvolvimento e Evolução

FRAGMENTAÇÃO AO MINUTO

Idades-alvo: todas
O impacto de ações realizadas pelo ser humano em ambientes naturais (desflorestação, aumento habitacional, exploração mineira, agricultura, construção de estradas), bem como algumas causas naturais (erosão, catástrofes naturais), levam à fragmentação dos habitats. Como consequência, as florestas, por exemplo, vão sendo progressivamente divididas em fragmentos mais ou menos isolados, o que leva a um isolamento das populações, tendo um impacto devastador na biodiversidade.
Através deste jogo que simula um ambiente natural sujeito a fragmentação, pretendemos alertar para o impacto deste problema nos ecossistemas e na diversidade biológica, que pode em última instância levar à extinção de espécies.

 


AVENTURA EVOLUTIVA

Idades-alvo: todas
Charles Darwin disse: Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.
Neste jogo com legos e cartas vamos explorar conceitos de evolução de espécies, reprodução e sobrevivência. Escolhe o habitat onde queres começar o jogo, rola os dados e vê que características vais ganhando. No final, diverte-te a desenhar uma nova espécie!

 


VERTEBRADOS DIFERENTES, ESQUELETOS DIFERENTES

Idades-alvo: todas
Nos animais vertebrados o esqueleto axial é composto por vértebras. As vértebras podem ser divididas em 5 tipos que definem as diferentes regiões do esqueleto axial: cervicais, torácicas, lombares, sacrais e caudais. Em resultado da Evolução, diferentes espécies de vertebrados diferem no número total de vértebras e na sua distribuição ao longo destas diferentes regiões. Os fatores que determinam estas características do esqueleto atuam durante o desenvolvimento do animal e diferem de espécie para espécie.
Vem comparar as diferentes regiões torácicas de vertebrados como o ratinho, a cobra e o tubarão! Nesta atividade, cada participante poderá observar e comparar diferentes esqueletos de ratinho produzidos no laboratório, esqueletos de outras espécies como o ratinho selvagem, o ratinho-cobra e o ratinho-tubarão, e confirmar que diferem no número de vértebras torácicas às quais estão associadas as costelas. Os participantes poderão ainda completar puzzles correspondentes aos diferentes tipos de esqueletos onde poderão pôr à prova o conhecimento das diferentes regiões do esqueleto nas diversas espécies de vertebrados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s